Move That Jukebox!


The Kooks com álbum duplo by Gabriel
março 20, 2008, 4:31 pm
Filed under: The Kooks | Tags: , ,

The Kooks vai lançar dois discos no mesmo dia.

Na verdade, será uma versão dupla do já aguardado ‘Konk’, que contará com a versão de estúdio inteira no primeiro disco, e 7 novas faixas além de uma outra versão de ‘See The Sun’ no segundo disco.

O nome? Assim como Konk, o nome veio de um estúdio, dessa vez ‘RAK’, de Londres.

Os discos (o Konk já vazou) serão lançados dia 14 de abril.

Confira abaixo a tracklist de ‘RAK’:

‘Watching The Ships Roll In’
‘Eaten By Your Lover’
‘No Longer’
‘Fa La La La La’
‘Nothing Ever Changes’
‘By My Side’
‘Hatful Of Love’
‘See The Sun’ (Alternate Version)
‘Brooklyn’ (Home Demo)

Anúncios


Crítica: Konk (The Kooks) by Cedric
março 17, 2008, 4:31 pm
Filed under: Críticas e Recomendações | Tags: , ,

O “Konk” só será lançado em abril, mas já vazou na internet (como o novo do We Are Scientists, do Tokyo Police Club…enfim, álbuns sempre vazam por culpa do Mário, é claro).

O nome do álbum veio do estúdio em que a banda o gravou, “Kooks – Konk soa bem”, disse Luke Pritchard – vocalista – sobre o batismo do novo trabalho.

‘Konk’ não é nada inovador, não quando já se ouviu o primeiro CD do grupo inglês. Trata-se de um ‘Inside In/Inside Out’ com um pouco menos de rock e doses extras de reggae, não que isso seja ruim.

A primeira faixa é ‘See The Sun’, que em seus primeiros segundos conta apenas com uma guitarra leve – essa guitarra “leve” volta a aparecer em outras músicas – e com a voz de Luke, o que me fez lembrar de ‘Seaside’, que abre o primeiro álbum.

Tradicional sim. Chato nunca. O ‘Konk’ é, na falta de um adjetivo melhor, gostoso de ouvir. Logo em na primeira música – ‘See The Sun’, como já falei acima – você pega certa simpatia pelo CD. Mas eu esperava mais, pra falar a verdade, eu acho que esperava demais dos Kooks, que entraram pro hype inglês a pouquíssimo tempo. Pensei em botar a culpa na saída de Max Rafferty – fundador e ex-baixista – do grupo, mas não é justo, o rapaz esteve presente na maior parte do período de gravação e produção. Portanto, acho que vou deixar a culpa da quebra de expectativa nas minhas costas mesmo.

‘Always Where I Need To Be’, ‘Mr. Maker’, ‘Do You Wanna’ e ‘Gap’ são, na minha opinião, as melhores músicas do novo trabalho (‘Always Where I Need to Be’ principalmente) e são [quase] tão boas quanto os hits ‘Sofa Song’, ‘Eddie’s Gun’, ‘Ooh La’ e ‘Naive’, que marcaram o álbum de estréia da banda. Faixas equivalentes sim, mas por que não tunes novos melhores do que os antigos? Isso também tem. ‘Shine On’ contou com uma letra positiva, uma melodia doce e superou ‘Seaside’ no quesito “cuteness” (ou fofura, como preferirem). A “faixa escondida” ‘All Over Town’ também tem uma melodia bonita no violão e divide o lugar de “faixa mais fofa” com ‘Shine On’.

A primeira faixa citada no parágrafo acima é dos tempos de Glastonbury, dos tempos de T In The Park e dos tempos do Rock am Ring (foi nesse que eu conheci o hit), ou seja, é dos tempos do primeiro CD. E é a melhor do novo.

Luke e seu grupo gostariam de reproduzir o espírito do ‘Inside In/Inside Out’ no ‘Konk’. Acho que não conseguiram, mas passaram perto, realmente chegaram bem perto. (Se discordar de mim, sinta-se livre para criticar minha opinião comentando nesse mesmo artigo)

Tracklisting

  1. See the Sun
  2. Always Where I Need to Be
  3. Mr. Maker
  4. Do You Wanna
  5. Gap
  6. Love It All
  7. Stormy Weather
  8. Sway
  9. Shine On
  10. Down to the Market
  11. One Last Time
  12. Tick of Time (+ Hidden Track ‘All Over Town’)

Destaque para: Always Where I Need To Be, Mr. Maker, Do You Wanna, Gap, One Last Time, Tick of Time e All Over Town.

Autor: Alex Correa

 



Novidades do The Kooks by Cedric

Como já falamos antes, em Abril o The Kooks vai estar com álbum novo, ‘Konk’.

Recentemente, os ingleses têm tocado algumas faixas inéditas em shows, como ‘Mr. Maker‘, ‘Love It All‘ e ‘Do You Wanna (Make Love With Me)‘, que estarão no próximo CD.

Luke Pritchard, vocalista do grupo

A já conhecida faixa ‘Always Where I Need To Be’ também estará no ‘Konk’. A música já é tocada desde meados de 2007 e será o primeiro single do álbum.

O single será lançado no final de Março. Ainda não escutou a faixa? Clique aqui e assista ao recém lançado clipe de ‘Always Where I Need To Be’.

Deixo vocês com a música ‘Mr. Maker’, que, como disse acima, estará no ‘Konk’:



Um baixista a menos by Gabriel
janeiro 30, 2008, 10:15 am
Filed under: The Kooks | Tags: , ,

Max Rafferty não é mais baixista do The Kooks. O músico deixou a banda permanentemente, de acordo com os demais componentes do grupo.

Essa não parece ser mais uma de suas saídas e voltas, que quase deram fim a banda, quando Max adoeceu.

Os próximos shows continuam marcados e para substituir Max, o baixista do ‘Cat the Dog’, Dan Logan, irá assumir sua posição temporariamente.

Lembrando que o segundo álbum da banda, ‘Konk‘, está marcado para ser lançado dia 14 de abril.

Confira abaixo as datas dos próximos shows do ‘The Kooks’:

Manchester Apollo (22 de abril)
Swindon Oasis (23 de abril)
Newport Centre (24 de abril)
Hull Arena (25 de abril)
Birmingham Carling Academy (27 de abril)
Sheffield Carling Academy (28 de abril)
Edinburgh Corn Exchange (29 de abril)
London Brixton Academy (1 e 2 de maio)
Plymouth Pavilions (3 de maio)



“Quase nos separamos” – The Kooks by alex correa
dezembro 27, 2007, 4:55 pm
Filed under: The Kooks | Tags: , , ,

Na edição de natal  da NME – que está cheia de coisas legais – tem uma entrevista com o The Kooks, onde a banda disse que quase se separou.

Segundo o vocalista Luke Pritchard, quando Max (baixista) ficou doente, eles pensaram: “Então é aqui que terminamos”.  Luke afirmou que eles tiveram o momento mais dificil que qualquer outra banda pode ter.

                    

Em Abril a banda lançará seu segundo CD, Konk.



Novo álbum do Kooks no primeiro semestre de 2008 by alex correa
dezembro 11, 2007, 7:55 pm
Filed under: The Kooks | Tags: , , ,

The Kooks deu maiores detalhes sobre o álbum que provavelmente será lançado em Março ou Abril do ano que vem em entrevista a revista britânica NME. 

O novo CD compartilha o nome com o estúdio que o trabalho está sendo gravado: Konk. “Porque não dar a ele (o álbum) o mesmo nome do estúdio? Inclusive achamos que ‘The Kooks – Konk’ soa muito bem” – disse o guitarrista Hugh Harris .

O vocalista do The Kooks, Luke Pritchard disse que este álbum será bem dinâmico e que todas as músicas têm suas próprias características, “mas falar é fácil, quero que todos ouçam”, complementou.

Foram feitas 16 músicas para o Konk, mas apenas 14 serão incluídas no álbum, entre elas estão ‘See The Sun’, ‘Shine On’, ‘Do You Wanna (Make Love To Me)’, ‘Disappear’, ‘Lonely Cat’, ‘Sway’, e ‘Stormy Weather’.