Move That Jukebox!


De onde tiraram isso? by Nádia Lapa
março 15, 2009, 4:43 pm
Filed under: Elbow | Tags: , ,

Ontem o post sobre o Franz Ferdinand fez bastante sucesso.  Daí hoje estava lendo umas notícias de música e deparei-me com uma resenha do show do Elbow na noite de ontem, na Wembley Arena. 

A notícia me fez pensar em todos os nomes de banda que não temos a menor ideia de onde vêm. Ontem falamos sobre FF, hoje é a vez – como não poderia deixar de ser – do Elbow.

Pouco conhecida no Brasil, a banda inglesa foi formada em 1990, quando, dos seis autores deste blog, quatro não haviam sequer nascido. Apesar de não terem ainda atingido sucesso de público, o Elbow é reconhecido pela crítica e por outras bandas, como R.E.M. e Radiohead. 

Talvez o recente prêmio de melhor banda britânica recebido no Brit Awards e a participação em festivais em 2009 impulsionem a carreira do quinteto. Enquanto isso não acontece, fiquemos com a bizarra explicação para o nome escolhido pelos ingleses.

Elbow significa cotovelo em português. É: COTOVELO. A escolha foi feita a partir de uma frase dita por um personagem da série da BBC The Singing Detective. O personagem disse que elbow é a palavra mais sensual da língua inglesa (????), não pelo que ela significa, mas sim pelo modo como se fala. Parece até Nabokov descrevendo o nome “Lolita”.

Veja o vídeo de uma das músicas mais conhecidas da banda, gravada no estúdio da Abbey Road:

E aí? Vamos no show do Cotovelo?

Nádia Lapa

Anúncios


Elbow desbanca Burial, Radiohead e The Last Shadow Puppets by Neto
setembro 9, 2008, 7:54 pm
Filed under: Elbow | Tags:

No ano em que completa 18 anos de carreira, a banda Elbow ganhou o Mercury Prize, premiação britânica que elege o melhor disco do ano.

Supreendentemente, The Seldom Seen Kid, último álbum do grupo, foi o preferido dos jurados, enquanto se cotava The Age Of The Understatement (The Last Shadow Puppets), Untrue (Burial), In Rainbows (Radiohead) e 19, da cantora revelação Adele, como os candidatos fortes.

O vencedor, que é o quarto trabalho de estúdio da longa carreira do Elbow, sequer chegou a primeira posição na Billboard quando foi lançado, mas foi mais do que aprovado pela crítica. Uma prova de que o mainstream não comanda.

Se ainda não conhece Elbow, escute abaixo o single Grounds For Divorce, uma das faixas do Seldom Seen Kid:

Autor: Alex Correa



Mercury Prize 2008 by Neto

Saiu hoje de manhã a lista oficial dos álbuns que vão concorrer ao prêmio britânico Nationwide Mercury Prize. O Coldplay, que sempre teve seus álbuns na lista de nomeados, dessa vez não aparece com Viva La Vida Or Death And All His Friends, assim como Supergrass, The Raconteurs, Foals, The Ting Tings e The Kills. Duffy e Kate Nash também não foram citadas na tão sonhada lista do Mercury, mesmo estando praticamente no mesmo barco de Adele e Laura Marling, que apareceram com seus discos 19 e Alas, I Cannot Swim entre Radiohead e Neon Neon.

Sucedendo a vitória do Arctic Monkeys com o Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not em 2006, o álbum Myths Of The Near Future, do Klaxons, saiu vitorioso em 2007, tendo concorrido com Amy Winehouse, New Young Pony Club, Fionn Regan e até com o próprio Arctic Monkeys – que, agora em 2008, tem um representante concorrendo com seu projeto paralelo, o The Last Shadow Puppets.

British Sea Power também está na lista dos indicados. Não boto fé neles.

O vencedor deve ser anunciado em setembro, como tem sido nos últimos anos. Confira a lista completa de indicados:

Adele – ’19’
British Sea Power – ‘Do You Like Rock Music?’
Burial – ‘Untrue’
Elbow – ‘The Seldom Seen Kid’
Estelle – ‘Shine’
The Last Shadow Puppets – ‘The Age Of The Understatement’
Laura Marling – ‘Alas I Cannot Swim’
Neon Neon – ‘Stainless Style’
Portico Quartet – ‘Knee-Deep In The North Sea’
Robert Plant And Alison Krauss – ‘Raising Sand’
Radiohead – ‘In Rainbows’
Rachel Unthank And The Winterset – ‘The Bairns’

Quem você acha que deve ganhar?

Autor: Alex Correa

Fonte: Clash Music