Move That Jukebox!


NRKOTB: A revelação do new rave nacional
janeiro 13, 2008, 3:37 pm
Filed under: Entrevistas, NRKOTB

New Rave Kids On The Block – também conhecido como NRKOTB – é uma banda paulistana formada a pouco mais de 2 meses por Cello, Goos e Rafael.

Com influencias de The Go! Team, Klaxons, Hot Chip e da brasileira CSS, NRKOTB está na lista de apostas do G1 para 2008. A banda já tem 4 músicas gravadas e que podem ser ouvidas e baixadas em seu MySpace. Suas músicas apostam em letras ousadas e em inglês.

Atualmente os 3 caras agitam a noite em Sampa e em breve começam a fazer shows fora de seu berço, como você confere na entrevista abaixo. A agenda deles também está no MySpace.

MTJ!: Pra começarmos, como a banda foi formada?

RKOTB: O Cello e o Rapha se juntaram pra discotecar em festas e se divertir assinando como NRKOTB. Nas primeiras reuniões surgiu a idéia de fazer músicas próprias e um tempo depois apareceu o Goos pra dar uma mão e então a banda tomou seu formato atual.

MTJ!: Vocês já tem 4 músicas gravadas em apenas 2 meses, quando continuam os lançamentos?

NRKOTB: Já temos bastante coisa semi-pronta. No início, precisávamos mostrar algum trabalho, então assim que terminávamos, já subíamos pro myspace, sem dar uma revisão ou repensar alguma parte. Com as novas estamos regravando, vendo se gostamos do jeito que ficou e só então vamos soltá-las. Daqui a pouco vamos refazer aquelas 4 do myspace também.

MTJ!: A banda já fez shows fora de São Paulo?

NRKOTB: Ainda não! Já recebemos propostas pra tocar em Brasília e BH, mas não rolou por falta de agenda, mas temos esperança disso acontecer em breve, já estão rolando as negociações. O primeiro show fora da cidade vai ser dia 26 na festa Popscene em Santos, litoral paulista.

MTJ!: Como vai o NRKOTB no cenário internacional?

NRKOTB: Alguns blogs estão nos descobrindo aos poucos e o retorno no Myspace é ótimo. Tem gente no México de olho na banda para um festival que acontece ainda esse ano. Queremos deixar nossas coisas para começar o ataque internacional!

MTJ!: O CSS chegou a ficar 18 meses fazendo show fora de casa. Se rolasse oportunidade, vocês fariam o mesmo?

NRKOTB: Vai ser meio drama largar as respectivas faculdades e empregos, mas é muito oportunidade única. Se rolar, mesmo com coração apertado, a gente se joga. Tchau, Brasil!

MTJ!: Alguma coisa estranha já aconteceu em seus shows?

NRKOTB: Gostamos de chamar os amigos pra subir no palco e como eles são todos bêbados, sempre acaba em merda. No último show o dono da casa mandou todo mundo descer, e lá se foi o Bo$$ in Drama, o Mono4, o Pedro do Bonde do Rolê e nossos ilustres desconhecidos. Fora isso, as já clássicas guerras de glow stick (que costumam doer), cambalhotas e as inusitadas trocas de figurino.

MTJ!: Como se encaixa o trabalho/estudo entre os shows e criações?

NRKOTB: Nesta época de férias está bem tranqüilo, nos reunimos quase todos os dias. Quando a correria voltar não vai ser muito diferente, talvez passemos a dormir menos, mas nos vemos diariamente, de qualquer jeito. E sempre intercalando a gravação com descanso pra tv e pausa pro lanche.

MTJ!: Produzir apenas em inglês é um truque para conquistar público de fora ou vai além disso?

NRKOTB: Bicho, é a globalização.

MTJ: “Vivian, the whore next door” é inspirada em alguém?

NRKOTB: É parcialmente inspirada em alguém. Assim, a “Vivian” não fazia todas aquelas coisas, mas a gente gosta de chamá-la de puta de qualquer jeito. Nunca durma com melhores amigos de ninguém! É que um amigo nosso chamava de “Vivian” uma prostituta imaginária, daí virou piada interna. É sem graça, mas com carinho.

MTJ!: Quais são suas expectativas para 2008?

NRKOTB: Este ano queremos produzir muito mais coisa e tocar o máximo de vezes possível. Nos divertimos absurdamente nos shows e é pra isso que estamos aqui. Como a Xuxa nos orientou a nunca desistir dos nossos sonhos, queremos ser ricos e famosos. Logo o cara lá de cima vai nos ajudar. E que acabem com a greve dos roteiristas, precisamos dos nossos seriados!

__________

Se você tem uma banda e quer ver ela no blog, mande um e-mail para movethatjukebox@hotmail.com

Autor: Alex Correa



CSS, Muse, Feist e Bloc Party para caridade
janeiro 11, 2008, 1:30 pm
Filed under: Bloc Party, CSS, Feist, Muse

No dia 8 de abril, será lançado nos Estados Unidos ‘The Green Owl Comp: A Benefit for the Energy Action Coalition’, um CD/DVD duplo que, como diz o nome, ajudará o EAC, doando todo o dinheiro arrecadado com as vendas para o órgão . EAC é uma organização formada pelos Estados Unidos e Canadá com o objetivo de diminuir as más ações da energia na América do Norte.

Muse

No pacote estarão Of Montreal, Feist, Muse e CSS, que fez um remix de Asobi Seksu. ‘The Green Owl Comp’ também inclui faixas que nunca foram lançadas, como o remix de ‘The Prayer’ – originalmente do Bloc Party – feito pelo Hadouken!.

Abaixo você confere o tracklisting do pacotão:

CD
1. The Appletrees – ‘Look up to the Sky’
2. Feist – ‘Honey Honey’ (BBC Session)
3. Harper Simon – ‘Henrieta’
4. Young Love – ‘Underground’
5. Muse – ‘Knights of Cydonia’ (live)
6. The Exit – ‘Hey Man’
7. Of Montreal – ‘Feminine Effects’
8. Pete Yorn – ‘Old Boy’
9. London Souls – ‘Someday’
10. Citzens Band – ‘Fortune Teller’
11. Violens – ‘Trance Like Turn’
12. Bloc Party – ‘The Prayer’ (Hadouken remix)
13. School of Seven Bells – ‘Trance Figure’
14. Deerhoof – ‘Plus 81’ (BBC Session)
15. Juliana Hatfield – ‘Back To Freedom’
16. Satori – ‘Intimate Revolution’

DVD

1. The Appletrees – ‘Messin Around’
2. Young Love – ‘Underground’
3. The Exit – ‘Hey Man’
4. Satori – ‘A Clear View’
5. Violens – ‘Trance Like Turn’
6. Rebecca Schiffman – ‘Penguins and Igloos’
7. Interview with Billy Parish

DVD2 – faixas bonus

1. The Bad Plus – ‘Casa Particular’
2. Carina Round – ‘Hookah’
3. Asobi Seksu – ‘Strawberries'(CSS Remix)
4. Dragons Of Zynth – ‘Xerathyn’
5. Earl Greyhound – ‘This Tree’
6. The Appletrees – ‘Messin Around’
7. A Place to Bury Strangers – ‘Never Going Down’
8. State Radio – ‘Camilo’



Tecladista do The Shins livre
janeiro 9, 2008, 2:22 pm
Filed under: The Shins | Tags: , ,

No último final de semana o tecladista do The Shins (Marty Crandall) foi preso por bater na namorada Elyse Sewell, como já foi dito antes.

Ontem ao meio-dia o caso foi a corte e ambos foram liberados pela falta de evidencias.

A modelo e ex-namorada de Marty andou postando sobre o caso em seu blog e hoje ela fez uma atualização, onde disse que está feliz por estar livre e que não desejava que o caso fosse mais a fundo. Não queria levar o caso mais a fundo mas ficaria feliz da vida se o cara parasse na cadeia, aposto que ficaria.



Site de relacionamentos quer falicitar encontros de bandas com bateristas
janeiro 8, 2008, 7:31 pm
Filed under: Outros | Tags:

O recém-criado site de relacionamentos Drummer Hunter não tem como objetivo ampliar seu circulo social e nem te ajudar a reencontrar velhos amigos.

O site tem apenas 1 propósito: Acabar com a escassez de bateristas ao redor do mundo.Se você é baterista, basta criar um profile e preenche-lo com suas bandas favoritas, o que você procura e de onde você é. Além disso, Drummer Hunter tem áreas onde se pode postar áudio e vídeo de sua performance.

Se você tem uma banda e está em busca de alguém pra sentar no banquinho do baterista, basta escrever sua localidade e o tipo de cara que você procura pra preencher a lacuna da banda e clicar no “search”. Se achar isso pouco, as bandas também têm o direito de criar perfis para que os bateristas possam procurá-las.

Essa é mais uma comodidade que a internet trás pra gente, sempre procurando fazer você economizar tempo e dinheiro e ganhar alguns quilos.



Conheça The Little Ones
janeiro 8, 2008, 6:58 pm
Filed under: Críticas e Recomendações, The Little Ones | Tags:

Já ouviu falar em The Little Ones? Não? Pois não sabe o que está perdendo. A banda é de Los Angeles e foi fundada no inicio de 2006 pelo então baterista Greg Meyer. Anos se passaram e entraram Edward, Brian, Ian e Lee. Atualmente, Greg já não faz parte da banda, tendo sido substituído por um rapaz chamado David.

A banda de Indie Pop já lançou 2 EPs e nesse mês lança seu quinto single, Ordinary Song. Muito comparada a Beach Boys, Death Cab for Cutie, The Shins e ao extinto The Kinks, The Little Ones lança seu primeiro álbum completo em 15 de abril nos Estados Unidos. Comparações aparte, o quarteto já tocou com artistas e bandas renomadas como Kaiser Chiefs, Matt Costa, CSS, Jamie T e The Magic Numbers.

The Morning Tide será uma ótima oportunidade para todos conhecerem melhor o trabalho da banda. Não quer esperar? Ei, não desista de conhecer a banda! Você pode fazer o download do EP ‘Sing Song’ disponibilizado pelo Freak Box ou então conferir o som no MySpace da banda. Acho que você não vai se arrepender!

Não deixe de assistir o clip do top hit dos caras, ‘Lovers Who Uncovers’:

Autor: Alex Correa



Babyshambles ignorado por ex-Beatle
janeiro 8, 2008, 6:24 pm
Filed under: Outros | Tags: , , ,

No ano passado, o vocalista do Babyshambles Pete Doherty incluiu Paul McCartney em seu círculo social.

Mais tarde, Pete convidou o ex-Beatle para assistir um show da banda em novembro, que aconteceu em Londres.

Segundo os tablóides, Sir Paul aceitou o convite porém não apareceu a apresentação. A desculpa que ele deu foi: “Estava ocupado do outro lado do Atlântico”.



Tecladista do Shins bate na namorada e vai pra cadeia
janeiro 7, 2008, 11:22 am
Filed under: The Shins | Tags: , , ,

ê-ê, essa gente não para de se envolver em escândalo.

Ok…Ok, vamos aos fatos: Na noite de sexta-feira (4) o vocalista do The Shins, Marty Crandall, foi preso na capital da California, Sacramento.

A então namorada do rapaz e modelo Elyse Sewell é a protagonista de toda essa história. A menina se dirigiu à delegacia policial da cidade e mostrou alguns hematomas em seus braços para os cops, afirmando que Marty a intoxicou e agrediu num quarto de hotel. A moça postou uma foto de seu braço no Live Jornal, clique aqui para ver a foto.

Daí começa a novela mexicana: Quando Crandall teve sua oportunidade, mostrou a policia uma pequena marca em seu corpo, dizendo que esta foi causada por Sewell. Elyse foi presa e admitiu que bateu no marido – mas estava apenas se defendendo. Então, inocentada, voltou para casa depois dessa longa e louca noite.

PORÉM, a estrela do Shins continua sob custódia na prisão de Sacramento e a bagatela que ele vai ter que pagar pra se ver livre de lá é de 25 mil dólares. O julgamento acontece no inicio da tarde de amanha, segundo a NME.