Move That Jukebox!


E o Radiohead ouve o quê? by movethatjukebox
março 18, 2009, 6:22 pm
Filed under: Outros | Tags: , , ,

O furor de ver Radiohead ao vivo ofusca qualquer coisa, eu sei. Mas se o RH é a sua banda do coração (ou uma das), qual seriam as bandas do coração deles? Não sei responder a essa pergunta – seria muita pretensão da minha parte – porém temos as bandas de abertura que eles escolhem como dicas. O Kraftwerk vai abrir os shows da América Latina, Liars e Grizzly Bear intercalaram os shows da turnê americana do ano passado.

Liars (myspace/site)

liars

O trio australiano começou naquela leva de bandas da disco-punk em 2002, mas logo cavou uma identidade que fica entre o pós-punk e um experimentalismo de estilos que varia de disco pra disco. Todos bem marcados com sintetizadores, percussão e letras sarcásticas. Cada disco tem uma história (bruxas em Nova Jersey, crise criativa, etc.), vale a pena pesquisar.

Curiosidade: O álbum da crise criativa é o “Drum’s not Dead”, que eles fizeram em Berlin, trancafiados numa casa-estúdio. Até Thom Yorke comentou sobre ele.

Pra ouvir se você gosta de: Sonic Youth, No Age, Animal Collective.

Grizzly Bear (myspace/site)

grizzlybear

A banda começou como um projeto solo que ganhou força e fãs. O Grizzly faz parte do sub-gênero indie ‘New Weird America’, por causa de sua complexa neo-psicodelia folk. Por mais que essa definição assuste, as melodias são intimistas, bem trabalhadas e com letras profundas. Eles lançam remixes das próprias músicas feitas por bandas amigas, como Band of Horses, CSS e Dntel.

Curiosidade: Jonny Greenwood (guitarrista principal do Radiohead) admitiu publicamente ser essa a sua banda favorita.

Pra ouvir se você gosta de: Fleet Foxes, Beach House, Beirut.

Kraftwerk (myspace/site)

kraftwerk

Alemães e minimalistas, são considerados os avôs do eletrônico por colocarem o gênero no mainstream, na década de 70. Começaram com o uso de sintetizadores e instrumentos elétricos na composição das músicas. Um clássico. Sem eles não existiriam raves, electro e nem o Kid A. Leia mais sobre o Kraftwerk aqui.

Pra ouvir se você gosta de: qualquer música eletrônica.

Footage da apresentação clássica de Pocket Calculator em 1981

Natalli Tami

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: