Move That Jukebox!


Beirutando nos ensaios by movethatjukebox
março 17, 2009, 5:46 pm
Filed under: Outros | Tags: , , ,

beirutando

Depois de ser adiado e ainda sem data para acontecer, os ensaios para o Beirutando na Praça vão de vento em popa na capital paulista. Caso você ainda não tenha ouvido o termo “Beirutar”, a definição é simples: Andar por aí, tocando, cantando e dançando, no estilo mais gypsy-beirutiano possível. A tal iniciativa de beirutar nas praças e ruas desse Brasilzão foi organizada por meia-dúzia de fãs da música de Zach Condon pelo Orkut e, com o passar do tempo, foi tomando proporções cada vez maiores.

O evento chegou a atingir ao Spinner.com que, diga-se de passagem, errou ao informar que o “Beirut Day” aconteceu no dia 27 de fevereiro, enquanto o tal foi temporariamente cancelado. De qualquer forma, o site ainda dá uma boa dose de otimismo aos músicos que participarão do evento nas sete capitais distintas em que deve ocorrer:  Conforme escrito no artigo, até Zach Condon já está sabendo dos beirutantes, e contou que jamais imaginou que sua música se tornaria popular na América do Sul. São os milagres de Capitu.

Depois de sair de um curto e assustador hiato, Condon já vai organizando turnês pouco desgastantes com os demais membros do Beirut, e não seria de extrema surpresa se aparecessem um par de apresentações brasileiras no meio de sua agenda. No segundo semestre, talvez.

Especulações à parte, uma coisa já está se tornando bem real: A edição paulista do Beirut Day. O canal do evento no YouTube já recebeu sete gravações de ensaios que, por enquanto, ainda não conta com um percussionista. Que tal se candidatar?

Termino o post com o vídeo de ‘The Penalty’ sendo interpretada pelos paulistinhas. Mal da pra acreditar no que essa meninada [/old] tá fazendo.

Alex Correa

Anúncios


Você precisa ter isso? by Nádia Lapa
março 17, 2009, 5:09 pm
Filed under: Outros | Tags: , , , , ,

Diversos objetos do cantor Elvis Presley, morto em 1977, foram colocados à venda em um leilão online. O lance mínimo mais alto é de 500.000 dólares pelo Wm. Knabe & Co. Grand Piano, utilizado em Graceland entre os anos de 1957 e 1969. 

 

Ainda não houve nenhum lance pelo piano branco de Elvis

Ainda não houve nenhum lance pelo piano branco de Elvis

Se você não tem todo esse dinheiro sobrando, há diversos discos do Rei do Rock com lance inicial de 10 dólares. Um item curioso é o mapa astrológico completo da família Presley feito por Dane Rudhyar com a ajuda de Larry Geller, amigo pessoal e cabeleireiro do astro. Já há uma oferta de 2 mil dólares pela peça.

O leilão dos objetos de Elvis vai até o próximo dia 25 no site Gotta Have It!. Você também pode comprar uma foto autografada de Frank Sinatra por 2.500 dólares ou um ingresso do show dos Beatles no Shea Stadium, em NY, ocorrido em 1966 (US$ 1,250.00). Todos os produtos vêm com certificado de autenticidade. 

Nádia Lapa



Novo vídeo do Bloc Party by Nádia Lapa
março 17, 2009, 4:32 pm
Filed under: Bloc Party | Tags: , , ,

Como foi informado anteriormente aqui, o Bloc Party está produzindo um álbum com remixes do Intimacy. A previsão de lançamento é 27 de abril, mas o vídeo de Signs já está rolando na rede. 

 

A música foi mixada por Armand Van Helden e o vídeo foi dirigido por Hiro Murai. 

Nádia Lapa



O caso Jean Charles em música dos Pet Shop Boys by Nádia Lapa
março 17, 2009, 2:08 pm
Filed under: Outros | Tags: , ,

pet-shop-boys_love-etc-promo-cd

Foi lançado nesta segunda-feira (16) o single “Love etc. ” dos Pet Shop Boys. A segunda faixa do CD chama-se “We’re all criminals now”  (Somos todos criminosos agora) e fala sobre o caso Jean Charles de Menezes, o brasileiro morto pela polícia britânica no metrô de Londres em 2005. 

A letra diz o seguinte:

Got the bus to the station

 Music playing in my head

Ran to get on the Tube train

Police shoot someone dead

(Algo como: Peguei o ônibus para a estação/ Música tocando na minha cabeça/Corri para pegar o metrô/A polícia mata alguém)

Os vocais são divididos por Chris Lowe e Neil Tennant, que, a respeito da música, disse: “A canção é sobre o assassinato de Jean, mas também sobre câmeras de segurança e a erosão das liberdades civis. É como quando vamos aos Estados Unidos e temos que dar nossas digitais. Somos tratados como criminosos”. 

A dupla disse, ainda, sentir muito pela morte do brasileiro.

Nádia Lapa



Just do It! by movethatjukebox
março 17, 2009, 11:45 am
Filed under: Outros

copa

Imagens de ‘Just do It’, novo clipe do Copacabana Club e um dos melhores da categoria “Made In Brazil” dos últimos tempos. Para assistir no Vimeo (High Quality), clique na imagem acima. No MySpace, ainda dá pra conferir um remix feito pelo Boss In Drama.

Alex Correa



A incerteza de um setlist by movethatjukebox
março 17, 2009, 10:54 am
Filed under: Outros

Minha desesperada contagem regressiva já aponta três dias até o Just a Fest acontecer no Rio de Janeiro, quando assistirei Los Hermanos, Kraftwerk e RADIOHEAD ao vivo pela primeira vez.

Ontem, dia 16, a trupe de Thom Yorke fez sua segunda e última apresentação na capital mexicana, o que significa que, em algumas horas, Yorke e seus amigos já estarão no Brasil. O setlist, peça que causa demasiada expectativa em todos os radioheaders, se saiu bem diferente do interpretado na noite anterior, o que causa ainda mais euforia da parte dos brasileiros. O que esperar de você, Radiohead?

radioheadinside

Foro do Sol: Campo de baseball foi adaptado para o show da banda – e lotou.

Quem prefere o álbum The Bends (1995), por exemplo, se decepcionaria no Foro do Sol ontem a noite: ‘My Iron Lung’, ‘Street Spirit (Fade Out)’, ‘Fake Plastic Trees’ e ‘Just’ foram trocadas por uma simplória representante, ‘The Bends’, que leva o nome do disco. Algumas faixas do Amnesiac (2001) e do favorito dos críticos OK Computer (1997) aproveitaram as lacunas para conseguir um espaço para brilhar. Ainda sobrou um tempinho para o b-side ‘Talk Show Host’, de 1996, e para o clássico ‘Creep’ que, para a surpresa dos mexicanos, fechou a noite (com chave de ouro para alguns e, para outros, nem tanto). De repente o Los Hermanos resolve fechar com ‘Anna Júlia’, aí o circo fica armado por completo.

O setlist completo foi esse:

01. 15 Step
02. There There
03. The National Anthem
04. All I Need
05. Kid A
06. Karma Police
07. Nude
08. Weird Fishes/Arpeggi
09. The Gloaming
10. Talk Show Host
11. Videotape
12. You and Whose Army?
13. Jigsaw Falling Into Place
14. Idioteque
15. Climbing Up The Walls
16. Exit Music (For a Film)
17. Bodysnatchers

Primeiro Bis
18. How to Disappear Completely
19. Paranoid Android
20. Dollars and Cents
21. The Bends
22. Everything In Its Right Place

Segundo Bis
23. Like Spinning Plates
24. Reckoner
25. Creep

Veja também o setlist do dia 15.

Karma Police, ontem, no México

Alex Correa



The Decemberists e a mania de matar by Nádia Lapa
março 17, 2009, 1:16 am
Filed under: The Decemberists | Tags: ,

 

"Cuidado comigo", Colin parece dizer

"Cuidado comigo", Colin parece dizer

O pessoal da Paste Magazine fez uma pesquisa curiosa sobre as letras das músicas do Decemberists. Segundo os cálculos do site, nas 76 canções da banda foram “mortas” nada mais nada menos que 70 pessoas! Isso dá quase uma pessoa por música, isso sem contar os sem nome e os personagens históricos que o vocalista Colin Meloy menciona.

No novo álbum, The Hazards of Love (a ser lançado esta semana no iTunes e nas lojas semana que vem), foram contados 8 “mortos”.

Das 70 “mortes”,  31 foram por canibalismo e 1 pelo personagem ter ficado preso em uma chaminé (!!!).  A música com maior número de “mortos” é 16 Military Wives (36 mortos), enquanto o álbum é Picaresque, de 2005, com 44 mortes. 

Nádia Lapa