Move That Jukebox!


Você deve ouvir: Thiago Pethit – Em Outro Lugar by movethatjukebox
março 1, 2009, 1:57 pm
Filed under: Outros

thiago-pethit2

Lançado em agosto de 2008, o disco de Thiago Pethit só foi chegar ao aconchego do meu quarto nas últimas semanas – e a primeira impressão foi boa. Mal sabia o que encontraria ao violar a embalagem e dar início à reprodução do EP, mas ao fazer a primeira análise ocular do pacote, já tinha idéia de que me encontrava em bons lençóis.

Felizmente, pude reencontrar o capricho que vi Pethit ter com o envelope pardo cheio de carimbos, com a resenha penetrante de Xico Sá e com a cover art boêmia de Em Outro Lugar distribuídos dentre as músicas que ali encontrara, mas exibidos na forma de belíssimos arranjos, letras que podem ser tanto românticas quanto trágicas e um genuinamente formidável poliglotismo franco-inglês-português-espanhol.

De todos os artistas brasileiros que já me chegaram aos ouvidos, não me recordo – e apostaria na inexistência destes – de algum que tivesse tamanha ousadia de carregar suas composições de valsinhas de ares franceses e, ao mesmo tempo, não ignorar seu brasileirismo original. Exemplo disso são as músicas ‘Em Outro Lugar’ – aquela que emprestou seu título ao EP e que logo nos remete ao folk de raízes gypsies de Zach Condon – e ‘Essa Canção Francesa’, que surpreende com os belos vocais femininos de Tiê e com a aceleração da melodia, tornando-a perfeita para ser enquadrada nos momentos finais de uma tragicomédia teatral.

‘The Souvenir Song’, música original de Tiê (que é creditada por violões, sussurros e letras em quase todo o disco), é cantada em inglês e, em seus primeiros versos, Le Pethit Prince – como assina em seu MySpace – parece incorporar algo de Leonard Cohen, na falta de uma referência mais exata. Nela, o mix de instrumentos de sobro com baixo e bateria montam um groove dançante que espalha seus restos por ‘White Hat’, faixa seguinte que pede estalar de dedos e coro em “tchu, tchu, tchu, tchu-ru-ru”.

Fechando com chave de ouro – e celebrando o êxito das gravações -, ‘O Último a Saber’ acrescenta o som do acordeon à fórmula de sucesso do músico e monta a harmonia perfeita para uma participação em um live do La Blogotheque ou, de uma forma mais acessível, em nosso equivalente brasileiro Música de Bolso.

Por Alex Correa

Onde ouvir: MySpace.

Onde baixar: Rapidshare.

Onde assistir: 6 de março no Clube Berlin, SP.
15, 22 e 29 de abril no Studio SP.

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

Muito bom mesmo o som do cara!
Finalmente começam aparecer bandas indies no Brasil, nas quais o rótulo “indie” não quer dizer pobreza musical ou de instrumentos.
Boa dica!

Comentário por Eduardo Zaits

ai, tão beirut. amei. ♥

Comentário por thaís

nossa, o som dele é muito bom..as melodias..as letras viciantes e calmas..estilo bem folk.A musica em outro lugar, é perfeita! já viciei nela rs :)

Comentário por André




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: