Move That Jukebox!


As novas dos Monkeys by movethatjukebox

Em seus últimos shows, os Arctic Monkeys andam dando um pequeno preview do que será seu terceiro disco, ainda sem previsão de lançamento.

A última novidade da banda foi Crying Lightining, interpretada no Big Day Out, que já caiu no YouTube. Outras três músicas (Dangerous Animals, Pretty Visitors e Would You Like Me To Build You a Go-Kart?) também estão na web – mas em suas versões ao vivo. Em todas elas, o que a gente vê não é a influência gritante do stoner rock de Josh Homme, mas sim uma obscuridade quase inédita para os macacos. Falo “quase inédita” porque em Nettles, b-side do single Teddy Picker, já se ouvia muito da essência dessas novas músicas.

Crying Lightining

Dangerous Animals

Pretty Visitors

Would You Like Me To Build You a Go-Kart?

Por Alex Correa



O top 5 de 2008 por Ben Kweller by movethatjukebox
janeiro 28, 2009, 2:07 pm
Filed under: Outros

O Move That Jukebox! conseguiu alcançar Ben Kweller bem no meio de sua última turnê, antes do lançamento de Changing Horses. Cantor de música country-rock que é, Ben listou – entre Ratatat e Conor Oberst – cantores de música country que você provavelmente jamais ouviu falar.

1. Conor Oberst – Conor Oberst

*em sua primeira lista, Kweller posicionou esse homônimo em 1º e 2º lugar, “cause it is that good”. Mais tarde, ele nos procurou para atualizar seu ranking.

2. Mason Jennings – In The Ever

3. Alan Jackson – Good Time

4. Ratatat – LP3

5. Watson Twins – Fire Songs

twins



Apostas para 2009 by movethatjukebox
janeiro 28, 2009, 1:46 pm
Filed under: Outros

Da série “Coisas que deveriam ter ido ao ar na revista e agora parecem atrasadas”

Selecionamos três nomes de destaque entre as nossas apostas para 2009. Confira.

KID SISTER

kid-sister1

Kid Sister começou a aparecer nas paradas em 2007, quando lançou seu primeiro single. A parceria com Kanye West em Pro Nails fez com que o hip hop de Kid ganhasse seus primeiros momentos de fama, mas é em 2009 que a cantora deve se revelar como um verdadeiro estouro.

Dream Date, seu primeiro álbum, teve lançamento adiado para março de 2009 e, como prova de que não vai ficar abandonado nas prateleiras das lojas, conta com a produção de Kanye West, Spank Rock, A-Trak (seu atual affair) e Pharrell Williams. As participações especiais incluem as vozes de Estelle e, mais uma vez, de Kanye em suas faixas. Quem viu Kid Sister no último Nokia Trends sabe, mais do que ninguém, que a moça tem futuro. E, com esse time de colaboradores, é possível não ter?

DAN BLACK

dan

Depois de estrear nos palcos londrinos, no meio do ano, as músicas de Dan Black logo foram citadas no programa de Zane Lowe, da BBC Radio 1, entre “as faixas mais quentes do mundo” e “os singles da semana”, o que lhe rendeu seu primeiro contrato com uma gravadora. Ao lado de outros dois músicos, Dan passa pelas principais cidades do Reino Unido em sua primeira turnê britânica, que tem início em fevereiro, mesma época em que seu debut deve ser finalizado.

Em 2009 não será a primeira vez que Dan conhecerá a fama de perto. Entre 1998 e 2007, o músico ficou conhecido por ser o vocalista do The Servant (banda que teve uma de suas composições utilizadas nos trailers de Sin City) e chegou a ser considerado “um Liam Gallagher mais jovem”. O mundo das celebridades voltou a se achegar a Dan com o lançamento de HPNTZ (um cover de Hipnotize, do Notorius B.I.G.), que ganhou destaque em diversas rádios européias. Como o próprio DJ costuma se perguntar, “o que deve vir em seguida?”

FLORENCE AND THE MACHINE

florence

A gente logo repara semelhanças com Kate Nash em nosso primeiro contato com o Florence And The Machine, mas o som menos girlie de Florence me faz lembrar de Ida Maria, aquela norueguesa que teve destaque em diversos festivais europeus nesse último ano.

Ao vivo, Florence conta com o apoio de outros quatro músicos, quarteto que já teve a participação de Dev Hynes (vulgo Lightspeed Champion). 2009 começa para Florence com a promissora Nme Awards Tour, que tem início em 29 de janeiro com participação de White Lies, Friendly Fires (duas outras apostas para esse ano) e do headliner Glasvegas. No ano passado, The Ting Tings e Does It Offend You, Yeah? Faziam parte da turnê da NME e, se a história deles for se repetir com o Florence and the Machine, coisa boa vem por aí.

Por Alex Correa