Move That Jukebox!


Keane anuncia novo single by Gabriel
setembro 2, 2008, 9:26 pm
Filed under: Keane | Tags: , ,

Dia 17 de outubro será lançado ‘The Lovers Are Losing’, próximo single do trio inglês, uma semana após o lançamento de ‘Perfect Symmetry’, o terceiro disco da carreira do grupo.

‘Staring At The Ceiling’ e ‘Time To Go’ serão os b-sides do single.

Até dia 11 de agosto agora, esteve disponível para download Spiralling, single que chegou a ser baixado por meio milhão de pessoas.

Confira a tracklist de ‘Perfect Symmetry’ abaixo:

‘Spiralling’
‘The Lovers Are Losing’
‘Better Than This’
‘You Haven’t Told Me Anything’
‘Perfect Symmetry’
‘You Don’t See Me’
‘Again And Again’
‘Playing Along’
‘Pretend That You’re Alone’
‘Black Burning Heart’
‘Love Is The End’

fonte: nme

Anúncios


Coldplay lidera lista de indicados ao Q Awards by Neto
setembro 2, 2008, 3:14 pm
Filed under: Outros

Pra cada revista, uma premiação.

No mês de outubro é a vez da Q Magazine promover seu Q Awards, no dia 6 – em Londres, claro. O Coldplay, que lançou o ótimo e muito comentado Viva La Vida or Death And All His Friends comanda a lista de indicados, concorrendo nas categorias de Melhor Música e Melhor Vídeo por Violet Hill, na de Melhor Álbum pelo Viva La Vida e, por último, na de Melhor Performance do Mundo Atualmente – a categoria mais interessante, na minha opinião. Nessa última, o grupo concorre com Kings of Leon, Metallica, Oasis e Muse. Em 2006, essa categoria contou praticamente com os mesmos indicados, trocando apenas Kings of Leon e Metallica por U2 e Red Hot Chilli Peppers – os vencedores foram os irmãos Gallagher com seu Oasis. Um ano antes, Chris Martin e seus coldplayers saíram vitoriosos dessa mesma categoria.

That’s Not My Name, do Ting Tings, também pode ganhar o prêmio de Melhor Vídeo

Você já pode votar no site da premiação, quantas vezes quiser. A lista de indicados e categorias ficou assim:

Artista Revelação
Duffy
Adele
Santogold
Bon Iver
Gabriella Cilmi

Melhor Nova Performance
Fleet Foxes
Glasvegas
The Ting Tings
The Last Shadow Puppets
Vampire Weekend

Melhor Música
Keane – Spiralling
Duffy – Mercy
Coldplay – Violet Hill
Katy Perry – I Kissed A Girl
The Ting Tings – That’s Not My Name

Melhor Vídeo
Hot Chip – Ready To The Floor
Coldplay – Violet Hill
The Ting Tings – That’s Not My Name
Vampire Weekend – A-Punk
Goldfrapp – Happiness

Melhor Performance Ao Vivo
Kaiser Chiefs
Kings Of Leon
Nick Cave And The Bad Seeds
The Verve
Rage Against The Machine

Melhor Álbum
Coldplay – Viva La Vida Or Death Or And All His Friends
Fleet Foxes – Fleet Foxes
The Last Shadow Puppets – The Age Of The Understatement
Vampire Weekend – Vampire Weekend
Nick Cave And The Band Seeds – Dig!!! Lazarus, Dig!!!

Melhor Performance do Mundo Atualmente
Coldplay
Oasis
Muse
Metallica
Kings Of Leon



Crítica: Intimacy (Bloc Party) by Neto
setembro 2, 2008, 2:14 pm
Filed under: Bloc Party | Tags:

Em 2005, quando estourou com o Silent Alarm, o Bloc Party conquistou muitos fãs de bandas de “indie-rock convencional” como Kaiser Chiefs e The Killers, sendo por diversas vezes surdamente comparado com tais bandas.

Dois anos depois, foi lançado o polêmico A Weekend In The City, que foi considerado por muitos admiradores do debut do grupo como o pior disco de 2007. On the other hand, ouvintes que preferiam bandas do tal electro-rock passaram a ter um interesse especial pela gangue do briguento Kele Okereke.

Agora no mês passado, virou praticamente oficial: O Bloc Party quer sim invadir cada vez mais as pistas de dança. A velhaguarda bloc partiana parece não ter gostado, mas eu adoro me mexer com um bom electro-rock.

Intimacy, que por enquanto só teve lançamento digital, estabeleceu um gênero que dificilmente pode ser definido sem causar discórdia entre os leitores desse blog – mas, como eu venho aqui para expor o meu ponto de vista, lá vai. Intimacy, para mim, é praticamente um segundo nome para o A Weekend In The City, mantendo a mesma proporção de canções agitadas para melodias mais… amorosas. Para conferir isso com seus próprios ouvidos, basta observar que Ares é uma versão mais electro-experimental (se esse termo não existia, passa a existir agora) de The Prayer, primeira e quarta faixas do Intimacy e do AWITC, respectivamente. Dando continuidade as comparações, não é difícil perceber semelhanças entre as essências de Ion Square e Waiting For The 7.18, músicas que se dividem entre calmaria e êxtase profundo – uma puxando para o electro (o negrito é pela intensidade do termo) e a outra para o rock, principal [e talvez único] contraste entre os últimos dois álbuns do Bloc.

Intimacy

Para dar fim ao momento das comparações, poderiamos usar Hunting For Witches e Mercury, as melhores músicas dos dois álbuns citados nesse artigo – que é mais um post sobre semelhanças do que uma digna resenha de um único trabalho. Mercury usa e abusa das novas tendências psicodélicas da banda que a compôs, enquanto Hunting ultrapassa os limites do final de semana na cidade para dar um rápido “Olá!” a boate mais próxima.

Finalizando o álbum mais baladeiro da história do grupo (que deve marcar mais presença nas boates a partir dessa segunda metade de 2008), temos Zepherus, canção que teve seu nome grego certamente inspirado no vibrante Cavalo de Tróia que a antecede – Trojan Horse. Ao menos Zepherus escapou das comparações com SXRT, por deixar um gostinho de “quero [dançar] mais” – enquanto SXRT só deixa uma vontade de procurar o travesseiro mais próximo.

Num resumo matemático e apressado, Intimacy foi a incógnita solucionada através de uma equação que tem um pouco de CSS (somado com virilidade), uma parte de Does It Offend You, Yeah? (obtida da subtração de diversos elementos da banda) e, quem sabe, um toque do bom e velho indie rock dividido por dois. O resultado é um álbum que só o Bloc Party poderia fazer.

Autor: Alex Correa