Move That Jukebox!


Entrevista: Bell X1 by Neto
agosto 24, 2008, 2:49 pm
Filed under: Bell X1

Formada na década passada com o nome de Juniper e com Damien Rice como vocalista, o Bell X1 só se tornou Bell X1 em 1999, quando Damien saiu da banda para dar origem a sua carreira solo. Cheio de autoconfiança, o atual vocalista da banda garante que o Bell Eleven (como já foram erroneamente introduzidos em um talk show) é a segunda maior banda de toda a Irlanda, empatada com o Snow Patrol e apenas atrás do U2, obviamente. Talvez você não concorde com isso, mas Paul Noonan certamente tem motivos para acreditar na grandeza de sua banda.

O primeiro álbum de estúdio do Bell, Neither Am I, deu origem aos singles de sucesso Pinball Machine e Man on Mir, mas só chegou em trigésimo na lista de álbuns mais vendidos da Irlanda. Três anos depois saiu o Music in Mouth, produzido pelo jovem e brilhante Jamie Cullum. A décima quinta posição na Billboard chamou a atenção de gente de fora, o que valeu uma vaga em The O.C. e One Tree Hill à Eve, The Apple Of My Eye, um dos singles de maior destaque desse trabalho. O registro mais recente da banda foi gravado e lançado na Irlanda em 2005. Flock ainda chegou em primeiro lugar no ranking de álbuns irlandês, o que rendeu um lançamento tardio em toda a Europa e nos Estados Unidos, que veio a acontecer apenas em 2008.

Atualmente fazendo sua primeira turnê norte-americana, o Bell X1já está preparando canções para um quarto álbum, como conta o bem humorado Paul Noonan na entrevista que você confere abaixo.

Antes de receber o nome de Bell X1, vocês eram chamados de Juniper e a formação da banda contava com Damien Rice, mas com esse grupo vocês não chegaram a lançar um álbum de estúdio. Nós podemos esperar uma reunião da banda para gravar o primeiro e único álbum completo do Juniper?

Você sabe… talvez sim, talvez não. Damien, Dalai Lama, Condoleezza Rice – quem sabe com quem nós vamos gravar?

Vocês também tiveram muitos problemas com a então gravadora de vocês, a Polygram. Esse foi o principal motivo para o término da banda?

Sim, o ronco do Dave [Gheraghty, guitarrista]… espere um minuto, nós tiramos o cara errado!

Porque você acha que seu último álbum demorou tanto tempo para ser lançado nos Estados Unidos? Há cerca de três anos entre o lançamento oficial e o americano…

Só demorou tanto tempo assim para arrumarmos uma boa maneira de lançá-lo nos Estados Unidos. Nós não queríamos simplesmente jogar o Flock nas lojas sem nada mais, queríamos ir lá e fazer várias turnês, participar de programas de TV, dar entrevistas para rádios e tudo mais, então tivemos que achar as pessoas certas para juntar tudo isso.

Nessa turnê norte-americana, que começou nesse ano, vocês não tiveram muita sorte: O ônibus de viagem da banda pegou fogo, dando um prejuízo de cerca de 50 mil dólares. Com esse desastre, vocês chegaram a pensar em desistir?

Eu acho que toda banda tem que ter seu ônibus queimado, está no livro de regras, não? Foi um tipo de oferenda aos deuses, por termos feito um show ruim e irritado eles. Depois disso, tudo correu bem…

Vocês já tocaram algumas vezes em talk shows britânicos, nos quais os apresentadores trocaram o nome da banda algumas vezes. Você tem alguma idéia de onde eles tiram nomes como Bell Life e Bell Eleven?

De suas mentes fechadas que estão cheias de baba, e não de coisas importantes como o nome da nossa banda. Nós também já fomos chamados de Bellend One.

De 0 a 10, o quão surpresos vocês ficaram quando receberam a proposta de botar suas músicas em séries de TV tão famosas?
Nossa surpresa teria registrado um 9 da primeira vez, mas da segunda não ficamos tão surpresos. Um 5, digamos…

Alguma outra proposta de filmes ou séries foi feita recentemente?

Sim, nós fomos cotados para a trilha do último filme do Batman quando ela ainda estava sendo desenvolvida. Quando a ênfase estava no Batman como um ícone gay, eles queriam usar músicas do nosso pouco conhecido disco Sodom and Begorrah. Depois disso tudo mudou, e o resto da história vocês já sabem… (Sodom and Begororrah, como conta a Bíblia, foram duas cidades destruídas por Deus, que as condenou pelo comportamento sexual chocante de sua população).

Vocês andam ocupados com essa turnê norte-americana mas agora estão tirado umas férias curtas. Esse tempo livre está sendo usado para a produção de um novo álbum?

Sim, estamos trabalhando em um novo disco no momento, estamos acabando de passar a segunda demão agora! Esperamos que ele fique pronto no outono (que, na Irlanda, termina em 31 de outubro) e seja lançado no início do ano que vem.

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

tá aí uma banda que me chamou atenção
mas que me faz não querer ser amigo do vocalista…

Comentário por Xi and Nina Cairo

Bell x1 é foda. Muito bacana o som.

a canção IN EVERY SUNFLOWER também fez parte do THE O.C.
E é a minha preferida. É uma pena eles nem darem tanta ênfase assim para ela =/

Comentário por Daniel




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: