Move That Jukebox!


Entrevista: Todosantos by marçal
agosto 3, 2008, 8:10 pm
Filed under: Entrevistas, Todosantos | Tags: ,

Festa, Festa! Isso é o que esse trio vindo da Venezuela prega. Suas músicas, cheias de samples e batidas que convidam pra pista, garantem a alegria de qualquer pessoa, até as mais depressivas. Mas as coisas não foram sempre assim.

Na época de sua formação, em 2003, eles eram indies roqueiros, e isso permaneceu até depois do lançamento do primeiro disco, ‘Aeropuerto’, em 2005, que foi muito bem recebido pela crítica. Felizes com os elogios, ao invés de continuarem apostando na mesma fórmula, eles resolveram inovar. Transformação total. Mudou o som, o estilo, a cidade e a formação. E o que eles ganharam com isso? Mais elogios.

Guitarra e bateria saíram de cena, dando lugar a bases completamente eletrônicas. Os sintetizadores, que viviam escondidos na época de ‘Aeropuerto’, saíram de suas tocas para tomar a frente na parte istrumental dos novos Todosantos. As roupas comportadas voltaram para seus respectivos armários, sendo substituídas por peças coloridas, extravagantes. Os integrantes migraram de Caracas para o Brooklyn. E o novo som foi chamado de ‘Tukky Bass’. A festa estava pronta.

Já na nova fase, no ano passado, eles lançaram um EP, chamado ‘Acid Girlzzz’, que não é simplesmente um CD com músicas. O desafio era inovar em tudo, e com este disco não foi diferente. O kit Acid Girlzzz vem com um vinil colorido e óculos 3D, para melhor visualizar toda a arte da capa e encarte. Além disso, cada faixa tem o seu vídeo, que é chamado de pod, e é projetado nos shows para completar a música, trabalho de VJ. O DVD com estes vídeos também está incluído no pacote. Dá pra perceber que se preocupam com quem está prestigiando o trabalho deles.

Na entrevista dessa semana, Mariana Martin, a.k.a. Peach, falou com o Move That Jukebox!, e deu mais detalhes sobre essa nova fase da banda e como está sendo viver fora de casa. Confira logo abaixo.

O nome da banda tem alguma relação com a girl band inglesa All Saints ou é só uma coincidência na tradução?

É só uma coincidência. Na verdade, o nome tem relação com as grandes ondas da América Latina.

Expliquem melhor o que é o ‘tukky bass’

‘Tukky’ é um tipo de hard techno que mais vem tocando nas festas nos guetos da Venezuela nos últimos anos. Na verdade, mesmo nossa música não sendo como o ‘tukky’ original, nós nos identificamos bastante com o gênero, e da sua estética tiramos inspiração para formar nosso próprio som, que chamamos de ‘tukky bass’.

De onde vocês tiraram a idéia de fazer um EP tão rico, cheio de coisas, como o vinil colorido, os videoclipes, e os óculos 3D para ver os desenhos do encarte?

Nós sempre fomos fãs daqueles discos bonitos, cheios de surpresas… é legal quando você compra um disco que faz você sentir que o artista realmente se importou com a sua experiência. Um encarte legal pode mudar totalmente o modo de interagir com a música. Além disso, com esse grande aumento do mercado digital de música, a mídia física está tendo que ser feita com mais carinho, como peças de colecionador para os fãs guardarem.

Todosantos de ‘Aeropuerto’

O MySpace da banda está sem atualizações desde o lançamento do EP. Vocês estão preparando alguma surpresa ou apenas deram uma pausa de músicas novas?

Nós demos uma pequena parada depois da turnê do EP, mas coisas boas estão para sair… de verdade, mais cedo do que você imagina.

Quando vocês notaram que faziam algum sucesso nos Estados Unidos?

Bem… nós não acreditamos que sejamos um sucesso total, nós ainda somos uma banda que está crescendo, mas é sempre excitante ver como as portas se abrem conforme você vai seguindo seu caminho.

E como foi a decisão de mudar de Caracas para Nova York? Quais foram as diferenças que vocês sentiram, pessoal e profissionalmente falando?

É sempre bom andar pra frente, nós mudamos de uma cena muito pequena como a de Caracas para uma cidade enorme com infinitas possibilidades como Nova York na busca por chances maiores, foi um processo excitante… em Caracas nós éramos bem conhecidos no underground, então mudar para NY representou um novo começo, nós tivemos que provar o que nós tínhamos conseguido do zero, mas desta vez nós estávamos encarando um público totalmente diferente, em um cenário de nossas vidas totalmente diferente. E nós estamos conseguindo fazer isso bem! E está sendo uma jornada cheia de experiências felizes e insanas para serem lembradas.

Todosantos de ‘Acid Girlzzz’

Vocês não se preocupam com a possibilidade de afetar a sanidade mental das pessoas que acessam seu site?

É isso que a gente quer! Se você se sentiu afetado, nós conseguimos o que queríamos!

Vocês já conheceram alguma banda brasileira que participa da mesma cena musical que o Todosantos? Há alguma chance de tocarem junto com eles aqui no Brasil?

Nós gostamos bastante do Bo$$ in Drama, e a namorada do Alberto é brasileira, então alguma hora em breve nós podemos aparecer por aí! Isso seria ótimo!

MySpace | Site Oficial

Autor: Marçal Righi

Anúncios