Move That Jukebox!


Mesmo depois de morto, Ian Curtis não tem sossego by Neto
julho 2, 2008, 5:10 pm
Filed under: joy division | Tags: ,

Joy Division: Ian é o segundo, da esquerda para a direita

Ian fazia parte do histórico grupo Joy Divison quando se enforcou com uma gravata, nos anos 80.

Desde então, dezenas de coletâneas, livros e documentários foram lançados por aqueles que tinham como objetivo preservar a memória do legado do músico – os últimos que receberam grande destaque foram o filme ‘Control’ e o documentário ‘Joy Division’, que estão sendo projetados em diversos cinemas brasileiros.

O corpo do músico foi enterrado no cemitério inglês de Macclesfield, onde já está a quase 30 anos. Nessa madrugada (1-2), alguém que definitivamente não tem respeito algum pelo legado de Curtis (ou algum fanático que queria uma lembrança em seu quarto) roubou a lápide que ficava sobre o túmulo do músico – e não se tem pistas de quem cometeu tal crime.

Na pedra estava escrita a mensagem “Love Will Tear Us Apart”, título de uma das músicas de maior sucesso do Joy Division. Em entrevista aos jornais locais, a polícia admitiu que a falta de câmeras de segurança no local tornará a investigação ainda mais complicada. A lápide era visita por uma grande quantidade de fãs, amigos e familiares de Ian todos os anos.

Autor: Alex Correa

Fontes: Exclaim / BBC

Anúncios

6 Comentários so far
Deixe um comentário

acho que ele precisa morrer de novo pra conseguir paz.

Comentário por alex correa

Sério, como vocês conseguem saber tantas coisas sobre tantas coisas?!
Eu pesquiso, pequiso, me informo.. e nem um vigésimo eu sei!

Comentário por Iago

cara, isso porque o joy division teve pouquíssimo tempo de duração e nem chegou a fazer turnê.
tsc tsc.

Comentário por thaís

Eu já tinha lido em outro site essa notícia, Joy Division é uma das melhores bandas que já ouvi na vida, nem culpo a pessoa que roubou a lápide, eu faria o mesmo, hahahaha, brincadeira.

Comentário por Mariana

ok. agora eu notei que meu comentário pode ser mal interpretado: não que o joy division não seja tudo isso. eu acho que é tudo isso e mais.
eu quis falar a respeito dessa devoção, essa comoção toda, sendo que eles duraram tão pouco tempo. quer dizer, se eles tivessem durado mais, imagina a loucura que seria?

Comentário por thaís

thaís,
você já parou para pensar que talvez a pouca duração e o fim “no auge” sejam os principais catalisadores para tamanha “devoção” e “comoção toda”?
e, vale ressaltar, eles não chegaram a realizar a turnê AMERICANA.

Comentário por capiroto




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: