Move That Jukebox!


Crítica: In Ghost Colours (Cut Copy) by marçal
junho 19, 2008, 10:19 pm
Filed under: Críticas e Recomendações, Cut Copy

Mais um bom álbum vindo da turma do neon, e dessa vez, através do Cut Copy, os melhores representantes da cena na Austrália. Em seu segundo álbum, “In Ghost Colours”, a banda se mostra com o corpo nos anos 2000 e a alma nos anos 80. Os timbres de bateria, as bases eletrônicas, os vocais de Dan Whitford, tudo remete ao synthpop. E põe pop nesse synth. As melodias grudentas têm um poder de viciar quem as ouve só presente no legítimo pop. E do jeito que a síndrome do underground tá pegando hoje em dia, muitos podem levar isso como algo ruim. Ouça e veja que não é.

Nesse disco, lançado em março deste ano, o trio abandonou um pouco o rock robô que os fez conhecidos com “Bright Like Neon Love” e adotou uma atmosfera mais festeira, mais dançante, mais pop.

In Ghost Colours chega em pleno 2008 com um espírito de nostalgia emocionante, mais que um revival, uma viagem no tempo. Cut Copy nos anos 80 seria febre. Ótimo disco.

  1. “Feel The Love”
  2. “Out There On The Ice”
  3. “Lights And Music”
  4. “We Fight For Diamonds”
  5. “Unforgettable Season”
  6. “Midnight Runner”
  7. “So Haunted”
  8. “Voices In Quartz”
  9. “Hearts On Fire”
  10. “Far Away”
  11. “Silver Thoughts”
  12. “Strangers In The Wind”
  13. “Visions”
  14. “Nobody Lost, Nobody Found”
  15. “Eternity One Night Only”

Autor: Marçal Righi

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: