Move That Jukebox!


Entrevista: Unicorn Kid by marçal
maio 4, 2008, 10:36 am
Filed under: Entrevistas, Unicorn Kid

[You can also read this article in English]

Sabe todos aqueles tecladinhos coloridos com sonzinhos bonitinhos que você ganhava nos aniversários no começo da infância? Todos geralmente tinham o mesmo destino. Após você bater tanto com ele no chão, ele quebrava e ia para o lixo.

Só que alguém soube aproveitar todos esses brinquedos, e começou a fazer música, criando um novo estilo. E atualmente esse estilo é bem abrangente, com vários artistas no gênero. Dentre eles, um garoto escocês de 16 anos, que atende por Unicorn Kid, e vem se destacando cada vez mais no Myspace. Esbanjando talento, podemos dizer com certeza que ele não é uma enganação da música eletrônica como vemos por aí. Suas músicas são bem trabalhadas e bem arranjadas, sempre com os inconfundíveis sons dos teclados de brinquedo.

Ele acabou de lançar seu primeiro EP, chamado “Sugarfest”, e continua despertando bastante atenção ao redor do mundo. Merece ser observado. Conversei com Oliver Sabin, vulgo Unicorn Kid, e ele falou mais sobre seu estilo de música e como está sendo esse reconhecimento tão precoce.

MTJ!: Quando você começou a fazer música eletrônica?

Oliver: Eu comecei a fazer bagunça com um teclado da Casio mais ou menos um ano antes de criar o Unicorn Kid, eu tinha algumas contas onde eu fazia música utilizando apenas teclados antigos, mas os resultados não eram muito bons!

MTJ!: Você usa instrumentos infantis para gravar suas músicas. De onde você tirou essa idéia?

Oliver: Bem, eu não sou o único que usa instrumentos de criança pra fazer música, longe disso, existe uma grande cena onde músicos alteram os circuitos dos instrumentos de brinquedo para fazer novos sons híbridos, foi a minha fascinação por isso que me fez ter essa idéia.

MTJ!: Como as pessoas reagem ao descobrir que você tem apenas 16 anos?

Oliver: Muitas pessoas ficam extremamente surpresas, mas acho que isso meio que me ajuda. Muitas pessoas vêem o fato de que alguém com 16 anos pode fazer música como eu faço e ficar popular com isso como uma novidade, eu acho que essa pode ser uma das razões pela qual eu fiquei tão popular em pouco tempo.

MTJ!: Como você descreveria o processo de composição das músicas?

Oliver: Minhas músicas são compostas e gravadas ao mesmo tempo, é tudo feito no computador, então não é necessário refazer a música se ela já estiver pronta.

Eu toco guitarra e baixo e eles são fundamentais para o processo de composição. Normalmente, eu começo a compor a música usando a guitarra, então adapto a canção no computador e começo a “brincar” com ela. Novas idéias aparecem para mim enquanto eu escrevo, então eu nunca sei como a música vai ficar enquanto não estiver totalmente pronta.

MTJ!: Você lançou um EP em formato físico e digital. Porque você decidiu lançá-lo dessas duas formas?

Oliver: A idéia inicial era lançar o EP em CD e digitalmente, pelo iTunes, mas a minha gravadora começou a cortar contato comigo aos poucos, e, como resultado, eu tive que lançar o EP sozinho, o que é um baita azar. Agora, ele está disponível apenas para download em mp3 no meu MySpace, por £3,50, mas ainda está vendendo bem!

MTJ!: Quais são seus principais ídolos musicais, quem influenciou você?

Oliver: Eu sempre fui influenciado por artistas que fazem suas músicas no computador, como Sabrepulse e Henry Homesweer, eu acho o trabalho deles tão incrível e tão dinâmico. Artistas como eles me fizeram desenvolver meu próprio estilo, eu acho que se pode dizer que existem alguns elementos do estilo deles na minha música.

MTJ!: Você também vende camisas do Unicorn Kid no seu MySpace. Você mesmo que as desenha? Como você começou com isso?

Oliver: A arte é o amor da minha vida desde sempre. Eu tenho trabalhado com design no meu computador há uns dois anos e acho que isso tem sido muito útil para fazer artes pro Unicorn Kid, então quando descobri os meios de se fazer uma camisa, eu agarrei a chance e comecei a trabalhar nisso!

MTJ!: O Unicorn Kid é bem famoso no MySpace. Isso já está te dando retorno, em termo de shows?

Oliver: Eu acho que, queiram as pessoas aceitar ou não, o MySpace se tornou parte principal no showbiz, musicalmente falando.

Nos últimos 6 meses eu me tornei o primeiro do meu gênero no MySpace, e eu era um ninguém. Tudo isso porque o MySpace é uma ferramenta tão ponderosa que permite que pessoas de todo o mundo conheçam minha música, e isso tem dado retorno, uma vez que consegui pencas de shows e que tanto gravadoras grandes quanto as indies começaram a se interessar por mim.

Gostou? Baixe um pacote com várias músicas do Unicorn Kid aqui.

Autor: Marçal Righi

Anúncios